por

Marketing de conteúdo: o que é e como usar para alavancar seu negócio na área de saúde.

  

Marketing de Conteúdo

Muito se ouve falar em marketing de conteúdo e de como ele pode influenciar positivamente no crescimento do negócio. Mas, você já parou para pensar sobre o que seria esse tal de marketing de conteúdo? Seria somente criar um blog e escrever textos aleatórios sobre minha área de atuação?

Bem, a resposta é não. Claro que você terá que criar um blog para divulgar seu conteúdo, mas de forma alguma, os temas devem ser sobre assuntos aleatórios. Produzir conteúdo para internet vai muito além disso, pois para atrair novos pacientes para seu consultório, você vai precisar de um planejamento estratégico muito “bem bolado”.Mas, antes de dar continuidade ao nosso assunto, vamos entender do que se trata esse tão falado marketing de conteúdo.

Os tópicos abordados hoje são:

1. O que é esse tal marketing de conteúdo?
2. Qual a importância do marketing de conteúdo para a área de saúde?
3. Mas, o que são estratégias de marketing de conteúdo? Por que devo me preocupar com isso?
4. Por onde devo começar?
5. Quais tipos de conteúdo posso utilizar?
6. Como saber se minhas estratégias estão dando certo?
7. Afinal, usar estratégias de marketing de conteúdo vai me dar algum diferencial no mercado?

1.O que é esse tal marketing de conteúdo?

Marketing de conteúdo é a arte de entregar conhecimento valioso e relevante com a finalidade de ajudar o público  que você quer atrair para chamar de seu e aumentar a sua rede de clientes e potenciais clientes. Por meio desse tipo de estratégia, uma marca é capaz de gerar valor para a sua audiência, criando uma percepção positiva de seu negócio e, consequentemente, gerando mais vendas.

Como vou saber se vale a pena investir?

Veja algumas estatísticas a respeito dos resultados e benefícios obtidos por meio do marketing de conteúdo:

  • 70% das pessoas afirmam que o marketing de conteúdo aproxima as pessoas da empresa;
  • Empresas que utilizam estratégias de inbound marketing economizam cerca
    R$ 36,00 em cada cliente;
  • Marketing de conteúdo custa 62% menos do que o tradicional e gera três vezes mais leads (potenciais clientes);
  • Conteúdos em redes sociais impulsionam vendas. Sendo, 61% via Linkedin, 67% via Facebook e 53% via Twitter;
  • 90% dos consumidores acha o conteúdo personalizado útil;
  • Conteúdo interessante está entre as 3 maiores razões pelas quais as pessoas seguem perfis nas redes sociais;
  • Blogs representam o 3º recurso digital mais importante na hora de fazer as compras;
  • 60% dos consumidores se sentem mais confiantes em relação a uma empresa ou marca ao lerem um conteúdo personalizado em seu blog.
Fontes: HubSpot e Viver de Blog

Estes são apenas alguns exemplos, pois se fosse falar mais sobre os benefícios gerados pelo marketing de conteúdo, precisaria escrever um post só sobre esse ponto da nossa conversa. Usei estes dados somente para te mostrar a importância do marketing de conteúdo nos negócios.

2.Qual a importância do marketing de conteúdo para a área de saúde?

De acordo com o Comitê Gestor da Internet no Brasil, 77% dos pacientes procuram informações sobre possíveis opções de tratamento para seu problema de saúde e sobre profissionais adequados para realizar o procedimento, antes mesmo de marcar uma consulta.

Portanto, se uma pessoa pensa em colocar um aparelho ortodôntico, provavelmente ela vai primeiro fazer uma pesquisa no Google sobre as opções disponíveis, para somente depois escolher o dentista com quem irá fazer o tratamento. E, ao se deparar com um conteúdo informativo, que tire suas dúvidas e transmita confiança naquele profissional, ela não hesitará em procurar por ele.

Lembrando que estratégias de produção de conteúdo devem ser feitas pensando no seu público alvo e em como ajudá-lo a resolver seus problemas. Vou falar mais adiante com detalhes sobre isso, confira!

3. Mas, o que são estratégias de marketing de conteúdo? Por que devo me preocupar com isso?

Antes de sair por aí distribuindo seus conteúdos, é importante que você tenha estratégias definidas. Mas, o que isso significa? Simples: isso quer dizer que você precisa planejar desde a criação, promoção e medição do conteúdo que vai ser utilizado para gerar mais tráfego, isto é, mais visitas para seu site ou blog e criar interações de acordo com as necessidades de seu público.

Além disso, você precisa planejar os tipos de conteúdo a serem produzidos, onde serão publicados (Facebook, Twitter, Blog), qual será a frequência e para quem aquele conteúdo se destina.

Como em qualquer estratégia de marketing, você precisa tanto conhecer o seu público quanto saber qual a melhor forma de chegar até ele, pois somente assim seu trabalho dará bons frutos.

Mas, por que me preocupar com isso? O bom planejamento é a chave do sucesso de qualquer estratégia de marketing de conteúdo. Afinal, você precisa definir o cronograma de suas ações, em que momento elas serão executadas e mensurar os resultados de cada ação. 

4. Por onde devo começar?

Essa é uma pergunta bastante comum, por isso, se você ainda não encontrou o caminho certo, não se desespere! Criar estratégias para produção de conteúdo não é nenhum bicho de sete cabeças e você precisa apenas entender dois pontos importantes: o primeiro é saber exatamente quem são suas personas e o segundo é entender como o seu conteúdo pode ser útil para elas.

Veja o que deve ser levado em consideração ao montar sua estratégia de marketing de conteúdo:

  • Definição de objetivos: pode parecer meio óbvio, mas os objetivos devem ser claramente definidos, como por exemplo: aumentar a audiência de seu blog, gerar leads qualificados ou melhorar o ranqueamento nas ferramentas de busca.
  • Defina quem serão suas buyer personasessa seria uma representação semi fictícia de seu cliente ideal — nesse caso, paciente — que pode ser criada com base em pesquisas de mercado e no perfil de seus clientes reais. É importante que você responda todas as perguntas necessárias para construir o perfil do seu paciente / cliente ideal. Aqui na B+ Comunicação a gente desenvolveu um questionário para encontrar o cliente ideal que é disponibilizado com exclusividade para os nossos clientes;
  • Defina quais histórias irá contar para sua persona: chegou a hora mais delicada, pois aqui você precisa saber o que vai dizer para sua persona. Se você não sabe o que falar com ela, não vai atingir seus objetivos;
  • Identifique os melhores canais para distribuir seu conteúdo: ok,você criou um blog e quer atrair seus futuros pacientes para ele. Mas, você precisa utilizar outros canais de comunicação para promovê-lo e atrair o público certo para o seu site. Afinal de contas, produzir o conteúdo é apenas 30% do trabalho da gestão de marketing de conteúdo. É preciso fazer uma boa distribuição desse conteúdo em locais estratégicos (leia-se: de boa visibilidade e reputação), como blogs especializados na sua área de saúde, para ganhar mais visibilidade e aumentar a quantidade de visitas no seu blog. Faça uma pesquisa sobre quais blogs mais relevantes que atuam no seu setor de saúde que têm o mesmo público alvo e sugira pautas relativas aos temas do seu conteúdo;
  • Documente sua estratégia: isso é importante para você não se perder no meio do caminho. Tudo deve ser documentado, desde a definição do objetivo até o calendário de divulgação dos conteúdos.
  • Escreva, publique e gerencie seu conteúdo: agora é hora de pôr a mão na massa, ou melhor, no teclado e começar a escrever para publicação. E não se esqueça de acompanhar os resultados de cada post. Se necessário, contrate alguém para gerenciar sua campanha, te poupa tempo e traz melhores resultados.

5. Quais tipos de conteúdo posso utilizar?

Agora que você já fez todo o planejamento de sua estratégia de criação de conteúdo, está na hora de definir qual será o tipo de mensagem a ser usada. Você pode alcançar seus pacientes por meio de arquivos de texto, como blog posts e e-books; webinários que são palestras e aulas on-line, vídeos; arquivos de áudio, tais como podcasts, além de infográficos e slides, exemplos de conteúdo visual.

Isso tudo depende de seus objetivos e da mensagem que deseja transmitir. E nestes casos, cabe a você identificar qual o melhor tipo para o conteúdo e público em questão.

6. Como saber se minhas estratégias estão dando certo?

Bom, produzir conteúdo gera investimento, disso você sabe, mas o retorno sobre investimento – ROI, nem sempre é fácil de ser mensurado. E como fazer isso?

Veja aqui um exemplo: você definiu que o objetivo de sua estratégia de marketing de conteúdo é gerar leads (possíveis clientes) para o seu consultório e converter esses leads em mais pacientes.

Então, com o seu objetivo definido, você precisa analisar:

1º – Quantos leads conseguiu gerar para a sua lista de e-mails

2º – Dessa quantidade de prospectos, quantos se tornaram seus pacientes.

A partir dessa conta, é preciso que você descubra qual foi o custo do investimento feito e quanto essa estratégia te gerou de retorno.

Quero lembrar apenas que quando falo sobre investimento, não me refiro somente ao dinheiro investido, mas também ao tempo,o nosso bem mais precioso, que dedicou para elaborar o planejamento e a execução dessa estratégia. Assim, você será capaz de saber quanto você ganhou ou perdeu em relação ao que investiu e poderá administrar melhor seu investimento futuro.

Lembre-se! Tudo vai depender do seu objetivo.  Se quer levar o possível paciente a preencher um formulário de contato, a mensuração de resultados pode ser feita com base na análise da taxa de conversão — resultado da diferença entre a quantidade de visitantes que seu blog recebe e de quantos desses visitantes têm a ação desejada, vindo a ser tornar um lead. Mas, se você deseja apenas gerar visibilidade na internet, aumentando o número de visitantes no seu site, o Google Analycts é uma excelente ferramenta para obter esses dados.

7. Afinal, usar estratégias de marketing de conteúdo vai me dar algum diferencial no mercado?

É claro! Mesmo que o marketing de conteúdo não seja novidade, no Brasil ainda há muitos profissionais, principalmente na área da saúde, que não investem na produção de conteúdo para atrair pacientes para seu consultório ou clínica. Muitos até criam um site, blog e perfis nas redes sociais, entretanto, poucos trabalham as estratégias de forma eficiente e que gerem bons resultados.

Afinal de contas, não basta que você tenha um conteúdo relevante, que seja capaz de ajudar sua persona a resolver seus problemas, você precisa estar na primeira página do Google para ser encontrado. E isso só é possível por meio de um trabalho bem feito, coisa que nem todos conseguem fazer, pois muitos não possuem uma estratégia definida.

E já te mostrei no início no post os números reais de empresas que investiram pesado em marketing de conteúdo. Então não perca mais tempo e coloque a mão na massa. Seus resultados serão muito satisfatórios, não tenha dúvida disso!

Você gostou desse artigo e quer saber mais sobre como estratégias de marketing de conteúdo podem te ajudar a conseguir mais pacientes? Então assine a newsletter da B+ Comunicação e seja o primeiro a receber novos artigos e novidades quentinhas em seu e-mail!